Portos e Recintos Alfandegados

Com uma costa de 8,5 mil quilômetros navegáveis, o Brasil conta com um setor portuário bastante desenvolvido: são 37 portos públicos e 42 terminais privados que, juntos, movimentam cerca de 700 milhões de toneladas de cargas por ano. Eles são responsáveis por mais de 90% das exportações do país, de acordo com a Secretaria de Portos.

Nosso software Gestão de Acesso e Segurança garante mais facilidade às empresas envolvidas no setor portuário. Com a solução, que atende às normas do governo federal, fica mais simples controlar o acesso de pessoas e veículos de maneira flexível e integrada entre software e equipamentos. Isso garante mais segurança e tranquilidade para a sua empresa.

MÓDULO ALFANDEGADO PARA AUDITORIA DE REGISTROS

Em 2003, a Receita Federal publicou o Ato Declaratório Executivo Coana/Cotec nº 2, estabelecendo que locais alfandegados ou autorizados a operarem com mercadorias sob controle aduaneiro precisam ter controle automatizado e documentação das operações de entrada e saída de pessoas e veículos, da movimentação de carga e armazenamento de mercadorias, transformação industrial e prestação de serviços. Essa norma atinge, principalmente, os portos.

A solução Gestão de Acesso e Segurança controla o acesso de pessoas e veículos de maneira flexível e integrada entre software e equipamentos (hardwares). As informações são armazenadas em tabelas independentes e podem ser disponibilizadas na internet, conforme determina a legislação.

PRINCIPAIS RECURSOS

Funcionalidades

  • A fiscalização sobre os dados gravados para controle de auditoria não compromete a performance do sistema;
  • Possibilidade de comunicação por meio de autenticação via certificado digital (e-CPF);
  • Os dados gravados para a Receita Federal são realizados automaticamente quando há movimentação física da pessoa ou do veículo.

Benefícios

  • A fiscalização sobre os dados gravados para controle de auditoria não compromete a performance do sistema;
  • A Senior possui o módulo de gerador de relatórios, importador e exportador, bem como o gerenciador de regras de negócio para adequar qualquer situação nova no controle de acesso alfandegado. Estes módulos oferecem grande flexibilidade em consultas de dados;
  • Possibilidade de comunicação por meio de autenticação via certificado digital (e-CPF);
  • Os dados gravados para a Receita Federal são realizados automaticamente quando da movimentação física da pessoa ou veículo.

MÓDULO ALFANDEGADO PARA INTEGRAÇÃO COM O BDCC

O Porto de Santos, especificamente, conta com legislação própria para o controle de acesso de pessoas e veículos. A Portaria 200 estabelece uma base única de credenciamento para quem for acessar a área sob jurisdição da Alfândega da Receita Federal do Brasil do Porto de Santos. Esta base se chama Banco de Dados Comum de Credenciamento (BDCC).

O BDCC é o banco de consultas para a identidade e a autorização da alfândega para o acesso do portador de crachá eletrônico ao locais e recintos alfandegados. Aqueles que forem acessar o local precisam ter credenciamento neste banco.

Uma funcionalidade da solução Gestão de Acesso e Segurança facilita o credenciamento de pessoas e veículos. Primeiramente, é realizado o cadastro da empresa e de seu responsável legal. A Receita Federal, por sua vez, valida o cadastro e a documentação por meio do BDCC. Depois da validação, a Receita libera o cadastro de pessoas e veículos da empresa.

No software Gestão de Acesso e Segurança, é necessário registrar a motivação de entrada no recinto. Ao mesmo tempo, o sistema valida a autenticidade do cartão smart e a permissão de área alfandegada.

PRINCIPAIS RECURSOS

Funcionalidades

  • Middleware exclusivo para comunicação com BDCC;
  • Leitura do cartão smart em conformidade com a Portaria 200;
  • Atualização de maneira síncrona e assíncrona das informações para bloqueio e desbloqueio de crachás;
  • Certificação digital das informações.

Benefícios

  • Melhoria na segurança dos dados: pessoas e veículos credenciados eletronicamente pela alfândega;
  • Cadastro de eventos sujeitos a investigação;
  • Análise pela alfândega e bloqueio/proibição de acesso a recintos;
  • Identificação antecipada (credenciamento prévio ao agendamento);
  • Redução no custo do processo de identificação e credenciamento de funcionários;
  • Informações operacionais ser gravadas nos crachás para serem lidas no próximo ponto de controle (Cadeia Logística Segura);
  • Integração com o Ato Declaratório Executivo Coana/Cotec nº 2.

SOLUÇÃO GESTÃO DE ACESSO E SEGURANÇA

As funcionalidades para controle de acesso em portos fazem parte da solução Gestão de Acesso e Segurança. O software oferece alta tecnologia aliada a equipamentos de última geração, integrando todas as rotinas de acesso e segurança de uma organização numa única aplicação. Compatível com qualquer projeto de gerenciamento de segurança, proporciona proteção pessoal e patrimonial eficiente a todos os segmentos.

Para isso, a solução está dividida em cinco áreas que contemplam as rotinas de gerenciamento de pessoas, veículos, portarias e monitoramento de ambientes. Devido à comunicação on-line entre o sistema e os dispositivos controladores, o software agiliza o trabalho dos usuários no acompanhamento e tratamento de anormalidades, permitindo a consolidação de informações dos subsistemas de segurança e o rastreamento do problema desde a sua origem.

Assim, a troca de informações em tempo real possibilita a tomada de decisões seguras, a constatação de possíveis falhas nos equipamentos com base em dados reais e precisos e, ainda, confere rapidez às atividades.

Acesse a Solução

MÓDULO ALFANDEGADO PARA CONTROLE DE ACESSO

A solução de Gestão de Acesso e Segurança contempla um módulo para atender as Portarias 59, 31 e 65, que disciplina a utilização de meio físico para controle de entrada e saída de pessoas em recinto alfandegado ou autorizado a operar com mercadorias sob controle aduaneiro, na jurisdição da Alfândega da Receita Federal do Brasil no Porto de Itajaí, Navegantes e Paranaguá.

O módulo permite a leitura e a gravação de smart cards especificados pela Receita Federal e está disponível para equipamentos dos fabricantes Digicon e Telemática.

PRINCIPAIS RECURSOS

Funcionalidades

  • Leitura e gravação do smart card conforme especificação da Portaria.

Benefícios

  • Atendimento à legislação;
  • Solução completa de software (firmware + sistema);
  • Integração com solução completa de acesso e segurança.